Um dia testando o Tala em Greolieres com um Miniplane

01-02-2013

#Competition

O Tala não é projetado como uma vela para paramotor, mas queríamos testa-lo para termos certeza de que ele vai bem sob força. Eu instalei tirantes com trimer, para poder compensar o efeito do torque, mas devo dizer que não notei nenhum efeito do torque de jeito nenhum. Também voamos com o trimer solto o tempo todo, sendo que o sistema de trimagem era tal que induziu um pouco de reflex no perfil. Mas notem que o Tala não tem um perfil reflex, em primeiro lugar. Anthony fez a maioria dos voos de teste, já que ele é um temendo piloto de paramotor. Eu já voei um pouco de paramotor e aproveitei para voar mais tarde neste dia e fiquei agradavelmente surpreso com a docilidade destes equipamentos modernos. Não só a vela é fácil de decolar e estável em voo, como a unidade de força é muito tranquila também. Eu estava usando um paramotor chamado ‘Mini Plane’ com um motor Top80. Ele é leve e potente. Fiquei impressionado com o progresso dos paramotores desde a última vez que voei um, alguns anos atrás. Anthony atirava a vela pelo céu em meio a wingovers impressionantes, perto de loopings completos. A vela reagia com graça e suavidade. Decolar e pousar foi super fácil e mesmo de motor cheio a vela foi super responsiva. Foi melhor voar com os trimers soltos a maior parte do tempo.

Others news