ESTAMOS CONSTANTEMENTE RECEBENDO NOTÍCIAS DE NOSSOS PILOTOS DE DUPLO SOBRE A RESISTÊNCIA DO DUAL AO ENVELHECIMENTO!

14-01-2015

#Competition

Jay Kahyaoglu é um piloto de duplo em Oludeniz, Turquia, e nos manda suas impressões após uma temporada. Ele diz <o Dual> “está sempre sujeito a abrasões na decolagem e também no pouso… e, em termos de uso e desgaste, não há tecido rasgado ou danificado, nenhuma costura está estragada, o velame está mais macio mas ainda muito bom… No momento, o rendimento é mais ou menos o mesmo de quando era nova. Para nós, a decolagem é a parte mais importante, independente da condição de voo. Eu não me decepcionei com o Dual.” Kurt Vorraber da Alemanha comenta: “As características ainda são as mesmas depois de 300 voos… Aliás, fico impressionado que a vela ainda tenha a mesma recuperação agressiva, voltando rapidamente ao normal após wingovers e espirais. Normalmente, quando uma vela de duplo fica velha, ela recupera mais lentamente… Claro que o Dual é a melhor vela de duplo que que jamais voamos :):):) Pilotos de 70kg e também de 110kg estão felizes com ele…” Leis Passagers du Vent em Annecy, França, elogiou o Dual, mostrando que o Dual foi o único parapente que eles usaram que recebeu notas perfeitas na inspecção feita pela Certika após a temporada. O relatório afirma “este Dual manteve muito boas características estruturais. RAS” Além do uso de linhas de super fortes, materiais resistentes e projeto duradouro, Bruce acredita que seja devido à sua tecnologia Cord Cut Billow, que reduz a tensão no painel superior do bordo de ataque. Qualquer que seja o motivo, o resultado é obvio: o Dual é uma vela brilhante para pilotos de duplo que querem o máximo retorno pelo investimento.

Others news