Ulrike Jüse

norway

Ulrike iniciou sua carreira de piloto em 1998 com asa delta nos Alpes. Em 2013, depois de vários anos sem voar devido ao pouco tempo livre e muito trabalho, ela finalmente se converteu ao parapente, depois de se mudar para a Noruega. Nas montanhas norueguesas, voar de parapente é muito mais conveniente do que de asa-delta, pois há pouca infraestrutura para transportar uma asa até o topo da montanha em que você gostaria de voar ou quando pousar em algum lugar remoto. A atividade favorita de Ulrike é explorar as montanhas, de preferência fazendo viagens de vários dias, por caminhadas, esqui, caiaque, bicicleta ou com seu parapente. Ela simplesmente adora apreciar a vista e a natureza longe das multidões. Para começar, Ulrike estava realmente mais interessada em combinar o vôo com caminhadas, escaladas e esqui, assim como uma maneira rápida e divertida de descer dos cumes. No entanto, isso mudou instantaneamente quando ela experimentou seus primeiros vôos XC e descobriu essa maneira muito especial de explorar o mundo de um ângulo muito diferente, navegando sob as nuvens. Desde 2017, Ulrike está pilotando o Cure, pois este planador se adapta melhor ao seu estilo de voo e às condições em constante mudança no norte. Esta vela é perfeita para ela, sendo uma piloto leve que precisa de uma asa sensível e segura com velocidade suficiente e bom desempenho de planeio para grandes aventuras XC.

#Nomad, #Vol Bivouac

  • Idade : 39
  • Voando desde 1998
  • Equipamento atual : BGD Cure
  • Melhores rampas : All mountains in Norway
  • Apresentação : Pesquisadora, farmacêutica
  • Outros hobbies : Parapente, ski, ciclismo, kayak, caminhada, escalada, patins no gelo
Site Colegas

Conquistas

    Voos memoráveis favoritos:
    2014 – meu primeiro voo XC, aproximadamente 15 km, no coração de Jotunheimen, ao longo da famosa trilha Besseggen. Não é impressionante em kms, mas deslumbrante!
    No verão de 2018, as condições na Noruega eram tão boas que pudemos subir até 3600m, da base da nuvem eu podia olhar 1200 m abaixo até os picos mais altos do país

    Lugar impressionante que você voou:
    Descida pelas geleiras de Jotunheimen e subida pelas escarpas rochosas das ilhas Lofoten

    Recorde (national):
    2017 – primeira mulher na Noruega a voar mais de 100 km de distância livre

    Resultados em competição :
    2° lugar na liga Norueguesa XC 2018

    Melhor pessoal: 2019 - 222km voo XC na Noruega, novo recorde feminino